sexta-feira, 29 de abril de 2016

SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE UNA DEFLAGRAM GREVE GERAL POR TEMPO INDETERMINADO





O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Una (SINFESPU), deflagra greve geral por tempo indeterminado, a decisão foi tomada por unanimidade em Assembleia Geral Extraordinária, realizada nesta manhã de sexta-feira (29). A greve tem início na próxima segunda-feira 02 de maio.


Segundo o Presidente do Sinfespu Jorge Pereira, “Kita”, o Sindicato tentou de várias formas negociar com o Executivo, mas, sem sucesso. “A greve só foi deflagrada porque a Prefeita Diane Brito Rusciolelli (PT), não quer dialogar e nem cumprir a Lei. Serão mantidos os serviços essenciais a população e 30% do efetivo estará trabalhando. Apenas queremos que a lei seja cumprida” disse o Presidente


O sindicato pede a Revisão Geral Anual inflacionária de 11,28% conforme índice do INPC, com data-base no mês de fevereiro do ano corrente, que até a data de hoje não obteve esse direito, conforme rege a Constituição Federal, a Lei Orgânica do Município de Una e o Estatuto do Servidor. Além de outras reivindicações. Revejam aqui.




Ainda segundo o Presidente na próxima semana irá acontecer uma caminhada. “Nosso Sindicato, juntamente com o Sindicato dos Professores, APLB, estarão realizando uma grande caminhada na próxima quarta-feira, quatro de maio, às oito horas, com concentração em frente à Creche que fica próxima ao escritório da Embasa. Além dos servidores públicos, convidamos a comunidade, comerciantes, pais, alunos, estudantes universitários, enfim convocamos todos os unenses para participar dessa mobilização, em protesto contra o não cumprimento das Leis que a Prefeita vem cometendo.” concluiu o Presidente.


Confira as imagens.


quinta-feira, 28 de abril de 2016

Aplicativo do Bolsa Família causa polêmica entre internautas



IMAGEM_NOTICIA_5 (10)





Internautas se revoltaram ao descobrir um aplicativo do Bolsa Família disponível na AppStore. Os usuários de iPhone viram o aplicativo disponível pela Caixa Econômica Federal, no qual usuários podem controlar os depósitos, acompanhar o calendário de pagamentos e tirar suas dúvidas. O app foi lançado em outubro de 2015 e é compatível com sistemas operacionais Android, Windows Phone e IOS. Mais de meio milhão de downloads já foram feitos, de acordo com a Caixa. No entanto, recentemente um perfil no Twitter chamou atenção para o aplicativo, causando polêmica e até protestos.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Fies muda regras para facilitar preenchimento de vagas e abre inscrições dia 14


fonte: Agência Brasil



"Vamos ter uma importante flexibilização no sistema e vários novos estímulos para que mais estudantes

possam acessar o Fies", diz o ministro da Educação, Aloizio Mercadante Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terá inscrições antecipadas e regras mais flexíveis para ajudar a preencher todas as vagas ofertadas. As mudanças foram anunciadas hoje (27) pelo Ministério da Educação (MEC) e serão implementadas no segundo semestre. Segundo o ministro Aloizio Mercadante, a intenção é facilitar o preenchimento das vagas. No primeiro semestre, das 250 mil vagas com financiamento ofertadas, cerca da metade não foi preenchida.

As mais de 100 mil vagas remanescentes no processo seletivo do primeiro semestre que não forem preenchidas até o segundo semestre serão novamente ofertadas. A inscrição, que no ano passado ocorreu em agosto, será antecipada para o período de 14 a 17 de junho deste ano.

No dia 31 de maio, serão divulgadas as vagas selecionadas pelo MEC. O resultado do processo seletivo regular será divulgado no dia 20 de junho. O Rio de Janeiro terá, no entanto, calendário diferenciado devido aos Jogos Olímpicos. As datas serão divulgadas posteriormente.

Saiba Mais

"Vamos ter uma importante flexibilização no sistema e vários novos estímulos para que mais estudantes possam acessar o Fies", disse Mercadante. Ainda não há previsão de quantas vagas serão ofertadas, Segundo Mercadante, serão mais que as 314 mil ofertadas no ano passado, e os recursos para o programa já estão assegurados.

Novas regras

As novas regras incluem a ampliação do prazo para conclusão da inscrição de cinco dias corridos para cinco dias úteis e maior autonomia para a instituição confirmar a matrícula do estudante, por meio da Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA). Haverá também redução do patamar mínimo de prestação do Fies de R$ 100 para R$ 50. As mudaças valerão para os contratos firmados no segundo semestre.

O MEC também flexibilizou a oferta de cursos prioritários. Até o último processo seletivo, 70% das vagas eram ofertadas em saúde, engenharias e licenciaturas e pedagogia. Agora serão 60% para essas áreas. De acordo com Mercadante, o remanejamento segue a demanda por esses cursos. Saúde terá metade das vagas nas áreas prioritárias, engenharia, 40%, e cursos para a formação de novos professores, 10%.

As vagas que não forem preenchidas no processo seletivo regular serão ofertadas novamente, com prazo específico para alunos inscritos que não foram aprovados. Está prevista também etapa para que os estudantes que não foram aprovados no Fies do primeiro semestre concorram às vagas remanescentes. As que sobrarem poderão também ser ofertadas em outros cursos da mesma mantenedora de ensino.

O MEC mantém a exigência de o estudante tirar pelo menos 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para concorrer às vagas e de renda familiar de até 2,5 salários mínimos por pessoa. "Essa é a nota [no Enem] que exigimos para o participante ter certificação do ensino médio. Não podemos dar uma bolsa subsidiada para estudante que tira nota abaixo da que deveria tirar para concluir o ensino médio. Isso seria rebaixar a qualidade. Não faremos isso", afirmou o ministro.

Sobre o patamar da renda, Mercadante disse que existe uma demanda para que seja alterada para até 3,5 salários mínimos para que mais pessoas possam participar do programa, mas ressaltou que a questão ainda está sendo discutida.

Morre o ator Umberto Magnani, aos 75 anos




O ator Umberto Magnani morreu nesta quarta-feira (27). Na última segunda (25), ele havia passado mal nas gravações da novela "Velho Chico" e sofrido um AVE (Acidente Vascular Encefálico, e não um AVC) na terça (26). A causa da morte, no entanto, ainda não foi divulgada. Magnani estava no ar como o Padre Romão na novela das nove da Globo. Conforme noticiado pelo NaTelinha, Carlos Vereza o substituirá como um novo sacerdote que chega no folhetim de Benedito Ruy Barbosa. Umberto nasceu em Santa Cruz do Rio Pardo, interior de São Paulo, e "Velho Chico" marcou sua volta à Globo depois de 10 anos. Sua última trama no canal havia sido "Páginas da Vida", de Manoel Carlos. Posteriormente, passou pela Record com novelas como "Chamas da Vida" (2008), "Ribeirão do Tempo" (2010), "Máscaras" (2012) e "Balacobaco" (2012). Antes, também atuou no SBT, em "Amigas e Rivais" (2007). A emissora de Edir Macedo emitiu uma nota de pesar: "A Record recebeu com pesar a notícia do falecimento do ator Umberto Magnani. Externamos nossa solidariedade à família, aos amigos e fãs". (Na Telinha)

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Infecção do Zika Vírus pode causar microcefalia



Fiocruz confirma ligação entre vírus em grávidas e anomalia em bebês na Paraíba
O DIA


Rio - Apesar de não haver oficialmente aumento nos casos de microcefalia — são cerca de 20 registros por ano, segundo a Secretaria de Estado de Saúde —, o Rio de Janeiro deve receber maior atenção das autoridades de saúde para evitar um surto da anomalia em recém-nascidos, como ocorre no Nordeste. O estado é um dos 14 do país que confirmaram este ano casos de infecção pelo Zika Vírus, considerado o principal suspeito de causar a anomalia em bebês. 


Pesquisadores do Laboratório de Flavivírus do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) descobriram a presença do genoma do vírus Zika em amostras de duas gestantes da Paraíba, com fetos diagnosticados com microcefalia por meio de exames de ultrassonografia. O vírus — transmitido pelo mosquito da dengue, o Aedes aegypti —estava no líquido amniótico, que envolve o feto durante a gestação. 
Diagnóstico foi confirmado pelo Laboratório de Flavivírus da FiocruzFoto: Gutemberg Brito / Divulgação IOC - Fiocruz

Para Cláudio Maierovitch, diretor do Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, a evidência ‘quase’ fecha a correlação entre as doenças. “Estamos sendo bastantes cautelosos, mas não se encontrou nenhuma outra causa até o momento. Tivemos uma circulação importante do vírus no Brasil no primeiro semestre, coisa que aconteceu pela primeira vez na nossa história”, afirmou.


Além do boletim epidemiológico, que revela a ocorrência de 399 casos este ano em sete estados do Nordeste, o ministério enviou às secretarias estaduais de saúde orientações sobre notificação, vigilância e assistência às gestantes e aos bebês acometidos pela microcefalia. 


No Rio, a secretaria prepara mudanças no protocolo de notificação. Casos de microcefalia e aqueles em que gestantes apresentarem manchas vermelhas no corpo — o principal sintoma do Zika Vírus — passam a ser de notificação compulsória. “É uma situação preocupante que pede que se identifique precocemente a doença para se fazer um diagnóstico o mais rápido possível”, explica Alexandre Chieppe, subsecretário de Vigilância em Saúde do estado.


Proteção para as grávidas


Alexandre Chieppe diz que é preciso implementar ações de vigilância para enfrentar o problema. Além de campanhas para advertir a população e diminuir ao máximo o número de focos do mosquito transmissor, ele reforça a importância da proteção individual de gestantes, com o uso de repelentes, de roupas que previnam o contato com o mosquito e de evitar exposição durante a manhã e final da tarde, períodos em que o Aedes aegypti costuma atacar as vítimas.
fonte:odia.ig.com.br

domingo, 11 de outubro de 2015

Schumacher é abandonado por patrocinadores e perde fortuna, À beira da morte, com 44 quilos.








Por causa do grave acidente sofrido em 2013, o ex-piloto Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1, perdeu cerca de R$ 16 milhões em receitas anuais. Alguns médicos de Michael Schumacher chegaram atá a jogar a toalha em relação à sua recuperação.



E dois patrocinadores desistiram de investir na imagem do alemão. Jornais ingleses afirmam que as empresas de moda Navyboot e Jet Set cortaram as relações comerciais com Schumacher. Ele teve graves ferimentos na cabeça após sofrer um acidente enquanto esquiava com a a família nos Alpes franceses, em dezembro de 2013.



A Mercedes e a empresa de gestão de riqueza DVAG garantem que continuarão com os contratos com o ex-piloto que, após meses no Hospital de Vaud, em Lausanne, foi transferido, em setembro, para sua casa em Gland, Suíça, para seguir com o tratamento.



Mas, para a família do ex-piloto, a esperança é a última que morre. Os parentes do maior campeão de F1 de todos os tempos, com sete títulos mundiais, já investiram cerca de R$ 50 milhões para manter o alemão vivo e em casa.



Schumacher deixou o hospital em setembro, quando recebeu alta e pôde continuar o tratamento ao lado da família. Só para a mudança, a família já desembolsou cerca de R$ 40 milhões para transformar a mansão dele em uma verdadeira UTI (Unidade de Terapia Intensiva).



Passados os gastos com a reforma, os familiares, agora, desembolsam R$ 1,5 milhão por mês para manter tudo funcionando. Os gastos incluem as massagens que Schumi recebe todos os dias para movimentar os músculos, enfermeiras, neurologistas, nutricionistas e outros médicos. No total, a equipe tem 15 pessoas, que passam 24 horas por dia ao lado do ex-atleta.



A esposa Corinna, sempre ao lado de Schumi, luta contra o pessimismo demonstrado por alguns médicos em relação à recuperação do ex-piloto. Schumi e Cori construíram a mansão em 2008 e ela já passou por várias reformas. Tem 2,2 mil m² só de área construída e mais de 40 quartos. Agora há aparelhos de fisioterapia, enfermaria, e específicos para outros tratamentos.

Fonte: R7

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Governo zera previsão de descontos da Farmácia Popular a partir de janeiro



Orçamento de 2016 não destina recursos para o programa. Sem os descontos de até 90%, remédios oferecidos podem ter aumento absurdo.










O governo zerou o dinheiro para o programa de descontos da Farmácia Popular a partir do ano que vem. Com isso, o aumento do preço de vários remédios importantes pode ser absurdo. Se já está difícil agora, imagine quando 24 remédios perderem esse desconto de 90%. São remédios para tratamento de várias doenças, como colesterol, Parkinson e osteoporose. Quem depende deles, não sabe o que vai fazer.
saiba mais

Quem toma remédio de uso contínuo fica de olho nos descontos, principalmente os do programa Farmácia Popular. Remédios para tratar várias doenças, como osteoporose, Mal de Parkinson, rinite e até fraldas geriátricas podem sair bem mais baratos. Os descontos chegam a 90%. Mas os cortes no orçamento do Ministério da Saúde devem comprometer o programa no ano que vem. O projeto que está no Congresso não tem nenhum recurso previsto para manter os descontos nas farmácias. A aposentada Ivonice Abreu está preocupada. Diz que gasta muito por mês.

Ivonice: Na base de R$ 300, com os descontos.
Bom Dia Brasil: E se os descontos acabarem?
Ivonice: Aí, vai a RS 600, R$ 700, fica difícil para manter sim.

O Ministério da Saúde confirma a informação. Em nota, diz que a proposta de orçamento para o ano que vem prevê um corte de R$ 578 milhões no programa, o que vai ter impacto direto na oferta de remédios com desconto, que deixará de existir. E que isso deve sobrecarregar as redes municipais e estaduais de saúde. Mas o Ministério afirma que está trabalhando para tentar reverter essa situação e encontrar novas fontes para financiar o programa.

O governo também explica que uma parte importante do Farmácia Popular não foi atingida pelos cortes. E está mantida para o ano que vem a gratuidade para vários remédios que tratam hipertensão, diabetes e asma. 

A tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Mônica Miranda é diabética. Pega o remédio de graça na farmácia e ficou aliviada com a notícia de que pelo menos uma parte do programa está garantida. Mas ela tem que comprar outros remédios caros. E diz que fica preocupada com as famílias que podem perder o desconto.

“Pesa e muito, porque tem a questão da saúde, a questão da alimentação, você fica entre uma situação e outra, ou come ou compra medicação, e são necessidades primárias”, queixa-se.

Só para se ter uma ideia de quanto o fim deste programa pode pesar no orçamento das famílias, vamos ver um remédio que é usado no tratamento de colesteral alto. Uma caixinha dá para um mês. Se for comprado no programa Farmácia Popular ele sai a menos de R$ 2. Sem desconto, pode chegar a R$ 70.

A professora Maria Luiza Calcanho toma o remédio para controlar o colesterol e diz que o desconto é muito importante.

“Complica, porque, normalmente, quanto mais idosa a pessoa fica, mais remédio ela toma. Aí, se você tem um casal de idosos dentro de casa, é o dobro”, diz.

As farmácias que têm convênio com o programa também estão preocupadas porque recebem dinheiro do governo para compensar os descontos.

“É bem relevante, é muito importante para nós que esse projeto continue”, afirma uma farmacêutica.

Para a Associação Médica Brasileira, a estratégia do governo com esse corte pode ser um tiro no pé porque, sem os descontos, muita gente pode interromper tratamentos, alerta um representante da AMB.

“O índice de doença aumenta, aumenta a internação, aumenta a despesa do governo, aumenta a despesa do hospital”

Na nota divulgada, o Ministério da Saúde diz que trabalha para solucionar o problema e admite que a situação preocupa e traz riscos à manutenção do SUS, o Sistema Único de Saúde.

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Várias ilhas das Bahamas ficaram inundadas nesta quinta-feira por causa da passagem do furacão Joaquín, que foi elevado a categoria 4 após registrar ventos constantes de 210 km/h, informou a emissora estatal ZNS Bahamas .





Foto: EFE

Sem ainda informar sobre possíveis vítimas, a ZNS Bahamas indicou que em parte de Acklins, Crooked Island, Long Island e Exuma, localizadas no sudeste do arquipélago, as inundações dificultam a circulação de veículos, provocando também cortes no fornecimento de eletricidade e nos serviços telefônicos.

A companhia telefônica BTC informou em comunicado que o serviço de linhas fixas e móveis foi interrompido nas ilhas de Exuma, San Salvador e Acklins devido aos cortes de energia.

O Ministério do Turismo das Bahamas anunciou que não sabe o estado de 7 mil pessoas - entre estrangeiros e cidadãos do país que foram para áreas mais seguras - hospedadas em hotéis do arquipélago. Do total, 5.500 estavam em hotéis em Nassau e a Ilha Paraíso. Os demais se hospedavam em Grande Bahama.

"Felizmente é baixa temporada para as ilhas do sul. Muitos hotéis fecham nesse período para fazer renovações e atualizar ofertas antes de abrir para temporada de inverno", disse Joy Jibrilu, uma das diretoras do Ministério do Turismo.

No último boletim divulgado hoje, o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos afirmou que Joaquín estava 115 quilômetros ao sul-sudeste da ilha de San Salvador. Já o olho do furacão atravessava a região central das Bahamas.

Os analistas alertam que o Joaquín, um furacão de categoria 4 na escala de intensidade Saffir-Simpson, que vai no máximo até 5, pode aumentar de intensidade nas próximas 48 horas.

Estado de emergência


O primeiro-ministro das Bahamas, Perry Christie, declarou estado de emergência em várias ilhas do sul do arquipélago por causa do furacão "Joaquín", considerado pelas autoridades locais como "extremamente perigoso". Perry assinalou em entrevista que os relatórios iniciais chegados das ilhas de Acklins, Crooked Island, Exuma e Long Island apontam para graves inundações nesses territórios.

O chefe do Executivo indicou que a situação pela qual atravessam as ilhas e recifes de Cat Island, Rum Cay e Samana Cay também gera preocupação pelos fortes chuvas registradas, mas ainda não serão incluídas na declaração.

Christie se defendeu também das acusações da imprensa local de atuação negligente do governo e da Agência Nacional de Gestão de Emergências, devido à suposta lentidão na resposta a um fenômeno que todos sabiam que chegaria às Bahamas. "Vamos observar muito de perto o que está ocorrendo e ofereceremos ajuda a essas ilhas", disse o primeiro-ministro em relação às áreas declaradas em estado de emergência.

Christie ressaltou que o governo não dispunha de legislação aprovada que permitisse a evacuação obrigatória em áreas vulneráveis. "Temos relatórios de pessoas que se negavam a sair de suas casas por sugestão da polícia", declarou Christie sobre as consequências da passagem do furacão pelo arquipélago, de uma população aproximada de 360.000 pessoas.

O comissário da polícia, Ellison Gleenslade, afirmou por sua parte que até o momento não há informação de perda de vidas nas ilhas mais afetadas.



Com informações da EFE.

fonte Terra

Polêmico grupo de patrulheiros fundado nos EUA faz rondas contra arrastões no Rio



Image copyrightGUARDIAN ANGELSImage captionSempre uniformizados, patrulheiros fazem rondas, mobilizam suspeitos e conduzem vítimas a delegacias ou hospitais

Um grupo de "patrulheiros civis" criado há mais de 30 anos nos Estados Unidos está atuando na Zona Sul do Rio de Janeiro para reprimir roubos e arrastões.

Treinados em defesa pessoal e primeiros socorros, voluntários brasileiros do Guardian Angels (ou "anjos da guarda") circulam pelas ruas da cidade para "realizar prisões em flagrante" e "garantir a ordem e a segurança das pessoas de bem". Seus integrantes andam desarmados e se baseiam no artigo 301 do Código de Processo Penal, que permite a qualquer cidadão dar voz de prisão a infratores flagrados cometendo delitos.

Na prática, sempre uniformizados, os patrulheiros fazem rondas em bairros como Copacabana, Lagoa e Ipanema, imobilizam suspeitos até a chegada da polícia e conduzem vítimas a delegacias ou hospitais. Desde os arrastões registrados em setembro, eles intensificaram a divulgação das abordagens em grupos fechados no Facebook.Image copyrightFACEBOOKImage captionDesde os arrastões registrados em setembro, Guardian Angels intensificaram a divulgação de suas abordagens em grupos fechados no Facebook

Nas páginas, os adeptos da "tarefa voluntária de patrulhamento de segurança para livrar as comunidades do crime" recebem elogios de moradores, que enviam relatos de ocorrências e crimes para os voluntários. Procurada pela reportagem, entretanto, a Secretaria de Segurança Pública do Estado criticou a presença do grupo nas ruas.

"A segurança pública deve ser exercida por servidores capacitados para a função", disse equipe do secretário José Mariano Beltrame, em nota.

À BBC Brasil, o advogado Henrique Maia, fundador do Guardian Angels no Brasil, defende seus seguidores. "Nossa instituição realiza intervenções urbanas, salvando vidas e recuperando patrimônio das vítimas", diz.

Criada em 1979, em Nova York, para combater o aumento dos índices de crimes no bairro do Bronx, a entidade diz reunir hoje 5 mil voluntários, em 144 cidades e 17 países. Nos Estados Unidos, divide opiniões e é classificada por alguns como grupo de extrema direita ou milícia, mesmo que desarmada.Image copyrightFACEBOOKImage captionSecretaria de Segurança Pública do Estado critica atuação dos Guardian Angels: "A segurança pública deve ser exercida por servidores capacitados para a função"

Maia rebate as críticas. "Milícia é um grupo clandestino e que comete crimes", diz. "Somos pessoa jurídica de direito privado." Desde 2007, o grupo é registrado como ONG no Cadastro Nacional de Entidades de Utilidade Pública do Ministério da Justiça.

Defensor da pena de morte, do direito ao porte de armas e da redução da maioridade penal, Maia continua: "Posso lhe assegurar que as facções criminosas não têm CNPJ".
Ano novo, carnaval e Olimpíada

Os Guardian Angels não informam quantos voluntários reúnem no Rio de Janeiro, mas aproveitam a visibilidade nas redes sociais para angariar novos membros por meio de cursos gratuitos em "defesa pessoal, primeiros socorros e prisão em flagrante".Image copyrightFACEBOOKImage captionTreinamento gratuito dura 108 horas e inclui técnicas de patrulha e de defesa pessoal

As apostilas são enviadas por mensagem privada para os interessados e o treinamento dura 108 horas, incluindo aulas de técnicas de patrulha ("interromper uma luta, prisão em flagrante e apreensão de entorpecentes quando a quantidade for relevante") e de defesa pessoal ("quedas de cabeça, colocar no chão, evasão, garra de interceptação").

Aulas práticas são dadas na praia do Arpoador, bem próximo à sede do grupo, em Ipanema. Após receberem diplomas, todos membros são obrigados a usar o uniforme oficial ("sem custo") - uma mistura inusitada de boina e casaco vermelhos destacados por camiseta branca presa dentro da calça.

"Espero entregar para a cidade uma próxima turma de formandos preparada para atuar em grupo no verão, no Ano Novo, no Carnaval e principalmente nos Jogos olímpicos", diz o fundador do Guardian Angels no Brasil.Image copyrightFACEBOOKImage caption"Espero entregar para a cidade uma próxima turma de formandos preparada para atuar em grupo no verão, no ano novo, no carnaval e principamente nos jogos olímpicos", diz fundador

O patrulheiro rechaça comparações com os "justiceiros" (como ficaram conhecidos os praticantes de artes marciais que prometem vingança e espancamentos a envolvidos em arrastões), a quem define como "gangue de tendência neonazista e miliciana".

Diferentemente dos "justiceiros", que dizem pautar sua atuação pela "ineficiência da polícia e do Estado em perseguir criminosos", o líder dos Guardian Angels afirma apoiar "integralmente as ações do Governo e da PM".

Questionada sobre a atuação do grupo, a Secretaria de Segurança Pública do Rio disse que "um inquérito na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática da Polícia Civil apura a atuação criminosa dos chamados grupos de justiceiros nas redes sociais".

A BBC Brasil apurou que os Guardian Angels, entretanto, não estão na mira da investigação.
Não a álcool, drogas e pornografia

Maia também compara "justiceiros" a "black blocs" e diz que "ambos primam por incrementar a violência urbana, além de consumirem a maconha e outras drogas".

Quem fuma a erva, aliás, é terminantemente expulso dos Guardian Angels.
Image copyrightGUARDIAN ANGELSImage captionVoluntários não podem ter antecedentes criminais, devem ser maiores de 16 anos, e não podem ser usuários de álcool ou drogas

"Se fosse aprovada a pena de morte aqui no Brasil e eu fosse entrevistado para opinar sobre quem começaria primeiro, o ladrão ou o maconheiro, sem medo de errar votaria no maconheiro para ser eliminado", diz Maia, em uma de suas postagens.

"Conseguem ser piores que o pivete analfabeto", afirma.


Se fosse opinar sobre quem deveria ser eliminado primeiro (no caso de pena de morte), o ladrão ou o maconheiro, sem medo de errar votaria no maconheiro...Conseguem ser piores que pivete analfabetoHenrique Maia, fundador do Guardian Angels no Brasil

Segundo as regras do grupo, só são aceitos voluntários sem antecedentes criminais e maiores de 16 anos. "Nenhum usuário de álcool e drogas pode ser membro", diz o estatuto, que também proíbe o porte de armas e material pornográfico.

Desde 2007, a ONG é registrada com quatro atribuições principais: Organização Humanitária, de Segurança Pública, Educacional e de Direitos Humanos. Os últimos, entretanto, são frequentemente atacados por Maia nas redes.

"Eles (os Direitos Humanos) só defendem bandidos e financiadores de bandidos", diz.

Em uma discussão sobre os "coretos" (como são chamados os grupos de jovens da periferia que praticam roubos e arrastões em áreas ricas), Maia disse que seus membros "são feios igual (sic) aos Gremlins, não possuem higiene pessoal e fedem muito".Image copyrightFACEBOOKImage captionHenrique Maia, fundador do grupo no Brasil, diz que "milícia e um grupo clandestino e que comete crimes", afirma. "Nós somos pessoa jurídica de direito privado."

O advogado prossegue: "Imagine, eles têm naturalmente maior produção de melanina por ser (sic) uma grande maioria de cor preta".
Volta ao Central Park

Maia aparece em uma foto no site oficial do grupo americano durante uma de suas rondas em Copacabana durante a Copa do Mundo. Em seu perfil no Facebook, publica fotos tiradas em 2002 ao lado do fundador da matriz, que foi responsável por seu treinamento em 2002.

É a matriz americana que provê os uniformes e materiais didáticos para os Guardian Angels brasileiros.

No exterior, os Guardian Angels voltaram a ganhar manchetes em jornais na semana passada, graças ao anúncio de que voltariam a patrulhar o Central Park, no coração de Nova York, por conta do aumento nos índices de violência na região.

Os voluntários não pisavam oficialmente no Central Park desde 1994, após o aumento do efetivo policial na área promovido pelo então prefeito Rudolph Giuliani. Fundador e líder global do grupo, o radialista Curti Sliwa culpou o atual prefeito Bill de Blasio por ser "alheio" à escalada do crime.

Na época, o grupo também encarava uma crise de reputação no país.

Segundo reportagem publicada pelo jornal The New York Times, em 1992, Sliwa teria admitido que seis abordagens divulgadas pelos Guardian Angels foram na verdade "golpes de publicidade" encenadas por dublês no lugar de bandidos.

Segundo o jornal, Sliwa e sua mulher tocavam um grupo que se transformou "em pouco mais que uma força de segurança para um quarteirão de restaurantes".

Por aqui, o braço brasileiro do grupo teve seu auge de visibilidade em julho de 2003, quando patrulheiros levaram para delegacia grafiteiros que pintavam o muro do Jockey Clube, no Rio.
fonte: bbc

Universidade dos EUA é palco de massacre


 


Image copyrightThe News OnlineImage captionA faculdade fica em uma área pequena e rural do Estado de Oregon

Pelo menos sete pessoas foram mortas em um ataque na Umpqua Community College no Estado de Oregon, nos Estados Unidos.

Mas o número de mortos pode ser maior: segundo a secretária de Justiça estadual Ellen Rosenblum, as vítimas fatais chegam a 13. Há, também, ao menos 20 feridos.

De acordo com a mídia local, um atirador entrou no local e disparou contra os estudantes.

Em coletiva de imprensa realizada horas depois do acontecido, a governadora do Estado de Oregon, Kate Brown, confirmou que o atirador - um homem de 20 anos - foi morto após troca de tiros com policiais. As autoridades ainda não confirmaram oficialmente o número de mortos.

O departamento de bombeiros da região confirmou o ataque pelo Twitter e aconselhou as pessoas a se manterem longe daquela área.

A universidade tem 3 mil alunos e fica na cidade de Roseburg, em Oregon, uma área rural do Estado a 281 km de Portland - a cidade tem 22 mil habitantes.Image copyrightAPImage captionEstudantes e funcionários foram evacuados rapidamente da universidade

As autoridades foram chamadas para o local por volta de 10h30 do horário local (14h30 de Brasília).


Falando à CNN, Ray Shoufler, um dos bombeiros que foi até o local do ataque, disse que "havia várias vítimas nas salas da universidade" e que 11 pessoas foram transportadas a um hospital próximo - duas delas morreram no centro médico.

O hospital Mercy Medical Center em Roseburg escreveu no Twitter que recebeu nove pacientes vindos da universidade e que mais três estavam a caminho.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Crescem mortes por câncer de mama em regiões pobres




Dificuldade de exame e tratamento no Norte e Nordeste é a principal razão para diferença





No outro extremo, regiões mais ricas observam estabilização ou queda na variação da taxaReprodução

A variação anual da taxa de mortalidade por câncer de mama é até 11 vezes maior em áreas pobres do País, em comparação com regiões ricas. É o que mostra estudo inédito da Sociedade Brasileira de Mastologia, feito em parceria com pesquisadores da Rede Goiana de Mastologia. A dificuldade de acesso a métodos de detecção e de tratamento em áreas do Norte e Nordeste do País é a principal razão apontada para a diferença.

A pesquisa avaliou as taxas de mortalidade por esse tipo de tumor em um intervalo de dez anos, entre 2002 e 2011, em todos os Estados e relacionou os dados com o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de cada local. Embora o Sul e Sudeste tenham taxa de mortalidade maior do que as demais regiões do País, a velocidade de crescimento das mortes pela doença é significativamente maior nas áreas mais pobres.

De acordo com o estudo, no período analisado, a variação anual da taxa de mortalidade por câncer de mama chegou a 11,2% no Maranhão, Estado com o maior aumento porcentual e com um dos piores IDHs do País. Situação semelhante foi observada nos Estados do Piauí e Paraíba, com variações anuais de 9,8% e 9,3%.


No outro extremo, regiões mais ricas observam estabilização ou queda na variação da taxa. São Paulo, por exemplo, teve variação negativa média de 1,7% ao ano. Paraná, Rio Grande do Sul, Rio e Distrito Federal, todos Estados com IDHs altos, também tiveram queda na variação das taxas de mortalidade.

O artigo, publicado no periódico BMC Public Health, aponta como razões para os resultados a falta de recursos disponíveis para o tratamento nos Estados menos desenvolvidos e a dificuldade de acesso a esses recursos para a maioria da população. "Em alguns casos, a situação seria comparável à encontrada na Nigéria, onde não há programas específicos de rastreamento do câncer dentro do sistema nacional de saúde e só existem dois hospitais que oferecem o tratamento terciário para a doença (radioterapia e quimioterapia)", diz o estudo.


Para Ruffo de Freitas Júnior, presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia e um dos autores do estudo, embora o sistema de saúde tenha melhorado nas últimas décadas, a estrutura ainda é insuficiente, sobretudo nas regiões mais pobres.

— O crescimento ou a queda das taxas de mortalidade dependem muito das ações de saúde que estão sendo implementadas em cada local. É no Norte e Nordeste exatamente onde temos as menores coberturas mamográficas.

Espera

Foi esse o drama vivido pela cabeleireira aposentada Maria do Rosário Almeida Martins, de 60 anos, moradora de São Luís, no Maranhão.. Em novembro do ano passado, ela percebeu um caroço no seio e passou na ginecologista no mês seguinte para fazer um ultrassom.


— Em janeiro, a médica já viu um nódulo, mas disse que o resultado do exame estava escuro e que eu tinha de fazer outro. Como ia demorar, paguei R$ 89 para fazer particular porque estava desesperada.

A paciente ainda foi encaminhada para a mastologista e teve de passar por outros exames antes de iniciar o tratamento. Só fez a cirurgia de retirada do tumor em agosto, oito meses após o diagnóstico.

— A mastologista disse que no primeiro exame o tumor aparecia bem pequenininho, e que cresceu bastante desde então. E só não demorou mais a cirurgia porque eu paguei do meu bolso parte dos exames pré-operatórios. No SUS, eu estava na lista de espera.

O Ministério da Saúde afirma que ampliou o acesso ao diagnóstico precoce e ao tratamento do câncer de mama, "em especial nas Regiões Norte e Nordeste". Entre 2011 e 2014, o número de exames do tipo realizados em mulheres de 50 a 69 anos aumentou 66,3% no Nordeste e 125,6% no Norte, de acordo com a pasta. O ministério afirma ainda que, no período, cresceu o número de cirurgias oncológicas e de sessões de radioterapia e quimioterapia nessas regiões.

Brasileiros poderão escolher novos conselheiros tutelares no domingo


Resultado de imagem para eleição conselho tutelar

Resultado de imagem para eleição conselho tutelarNo próximo domingo (4), brasileiros irão às urnas eleger 30 mil novos conselheiros tutelares, responsáveis por proteger crianças e adolescentes vítimas de qualquer tipo de violência. Esta será a primeira vez que os conselheiros serão escolhidos por meio do voto em uma eleição simultânea em todo o país. Eles terão mandato de quatro anos a partir de janeiro.

Instituídos pelo Estatuto da Criança e do Adolescentes (ECA), os conselhos tutelares começaram a ser instalados em 1990 e operam no enfrentamento à negligência, à violência física e psicológica, à exploração sexual e a qualquer forma de violação de crianças e jovens.

Qualquer pessoa com mais de 16 anos pode ajudar na escolha dos novos conselheiros. É preciso levar documento de identidade (com foto), título de eleitor e comprovante de residência. Para saber os locais de votação e conhecer a lista de candidatos, o cidadão precisa procurar o Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente de sua cidade.

De acordo com a secretária de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal, Jane Klebia Reis, os candidatos a uma vaga no conselho tutelar fizeram provas escritas e tiveram de apresentar documentos para comprovar trabalho prévio com jovens.

“A pessoa que se imagina capaz de ser conselheira tutelar, primeiro tem de passar por uma prova escrita, para avaliar o conhecimento sobre a rede da Justiça, as leis que protegem as crianças, enfim sobre o que é ser conselheiro tutelar. Em seguida, ela apresenta a documentação que inclui uma série de certidões judiciais e comprovação de experiência de pelo menos três anos em trabalhos com crianças e adolescentes. Todas as informações foram conferidas. Agora, essas pessoas vão passar pelo crivo da comunidade”, afirma.

Todos os conselheiros tutelares recebem remuneração. Em Brasília, o salário chega a R$ 4,8 mil por mês.

De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos (SDH), o Brasil tem 5.956 conselhos tutelares instalados em 5.559 municípios. Somente seis municípios não têm conselhos instalados. Para cumprir a lei que protege os direitos de crianças e adolescentes, o país tem o desafio de criar mais 600 conselhos – para cada grupo de 100 mil habitantes deve existir uma unidade com cinco conselheiros.

“O conselho tutelar é um órgão não jurisdicional que atua na defesa dos direitos da criança e do adolescente, que muitas vezes são violados pela própria família”, define o conselheiro tutelar do município de Barcarena (PA), Genilson Ramos Assunção.

Barcarena tem 112 mil habitantes e dois conselhos tutelares. “Aqui há muitos casos de abuso sexual, de abandono de incapaz e de exploração do trabalho infantil. Em geral, as denúncias chegam por telefone, porque as pessoas não gostam de se identificar. Nos casos de maus-tratos, normalmente pessoas próximas, da comunidade, vêm pessoalmente fazer a denúncia”, destaca o conselheiro.

Condições precárias

Para o presidente da Associação Nacional dos Conselheiros Tutelares, Davidson Nascimento, o desafio de cuidar dos direitos dos jovens muitas vezes esbarra nas condições precárias de funcionamento das unidades.

“O conselheiro não consegue encaminhar um relatório para o governo federal informando a situação porque não tem internet”, relata Nascimento. De acordo com ele, a falta de infraestrutura deixa os conselheiros desmotivados. “Ficam frustrados com os encaminhamentos. Às vezes não conseguem fazer sequer uma visita, por falta de automóvel. Quando tem automóvel, não tem gasolina.”

A Secretaria de Direitos Humanos informa que já repassou às prefeituras 2.122 kits para ajudar no trabalho diário. Esses kits são compostos de um carro, cinco computadores, uma impressora multifuncional, um bebedouro e um refrigerador. Mais 1.500 estão em licitação.

“Começamos doando para os municípios que sediariam jogos da Copa das Confederações, depois da Copa do Mundo, municípios de fronteira e os que registraram maiores índices de denúncias do Disque 100”, afirma o coordenador da Política de Fortalecimento de Conselhos da SDH, Marcelo Nascimento.

Números da violência

No primeiro semestre deste ano, o Disque 100 recebeu 66.518 denúncias de violações de direitos humanos, sendo 42.114 referentes à violência contra crianças e adolescentes (63,3%).

A violência contra idosos ficou em segundo lugar, com 24,2% do total de denúncias. Em seguida vêm as pessoas com deficiência (7,3%), em restrição de liberdade (2,6%) as populações LGBT (0,8%) e em situação de rua (0,5%). Quilombolas, indígenas, ciganos, comunicadores, religiosos e vítimas de conflitos agrários e fundiários, somados, equivalem a 1,4% das ligações para o serviço.

A principal violação, no caso de crianças e adolescentes, é a negligência dos responsáveis, presente em 76,3% das denúncias. A violência psicológica foi reportada em 47,7% das chamadas, seguida de agressão física (42,6%) e abuso sexual (21,9%). Em 45% das denúncias, a vítima é menina e em 39%, menino. Não há informação de gênero nas demais.

Mais da metade (51,5%) dos casos registrados pelo Disque 100 foram encaminhados diretamente ao Ministério Público, mas em 36,4% a SDH repassou as denúncias aos conselhos tutelares, que têm o papel de orientar as famílias e proteger as crianças e os adolescentes.

“No Brasil nós ainda temos uma grande dificuldade no funcionamento efetivo dos conselhos. A formação dos profissionais requer grandes investimentos. Então, é um desafio a ação qualificada dos conselhos tutelares”, destaca a gerente executiva da Fundação Abrinq, Denise Cesario.

A qualificação e orientação dos conselheiros pode ser feita tanto por órgãos governamentais quanto por entidades da sociedade civil.
fonte: agenciabrasil

domingo, 20 de setembro de 2015

SEGUNDA FASE COMEÇA COM EQUILÍBRIO E TRIUNFOS APERTADOS




Comunicação FBF - em
SEGUNDA FASE COMEÇA COM EQUILÍBRIO E TRIUNFOS APERTADOS

O equilibro tem sido o diferencial da edição 2015 do Intermunicipal. As Seleções têm feito, desde a primeira rodada, duelos recheados de emoção.

As duras batalhas ficaram ainda mais evidenciadas neste domingo (20). A abertura da segunda fase contou com 24 duelos acirrados.

Apenas três partidas terminaram com placares elásticos. Em Maragogipe, Sapeaçú não sentiu a pressão da torcida e goleou os donos da casa por 4 a 2.

Foto: Ligeirinho no Esporte


Também fora de casa, Santo Amaro manteve os 100% de aproveitamento e bateu Serrinha por 3 a 0. Pelo mesmo placar, Porto Seguro derrotou, em casa, Itapetinga.

Nos demais 21 jogos, seis terminaram em empate e os outros 15 com triunfos por apenas um ou dois gols de diferença.

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

exclusivo! Filha acredita que Joelma perdoará Chimbinha, mas descarta reconciliação





Natália Sarraff foi a convidada especial do Balanço Geral desta sexta-feira (18)



O Hora da Venenosa terminou a semana em grande estilo! Com exclusividade, o quadro do Balanço Geralentrevistou Natália Sarraff, filha de um relacionamento anterior de Joelma, da banda Calypso. Nos estúdios da Rede Record, ela falou sobre a polêmica separação da mãe com o músico Chimbinha

Prefeita é encontrada morta dentro de apartamento em Camacan




Polícia suspeita que vítima sofreu um infarto 


Parlamentar foi encontrada morta dentro de casaReprodução/Facebook

A prefeita do município de Camacan, a 525 km de Salvador, Ângela Castro (PP), foi encontrada morta dentro do apartamento onde morava. O caso ocorreu no início de tarde desta sexta-feira (18),após familiares da parlamentar desconfiarem do sumiço da vítima. 

De acordo com informações da DT (Delegacia Territorial), agentes da Polícia Civil arrombaram a porta do imóvel e encontraram Ângela caída já sem os sinais vitais. Há suspeitas de que a vítima tenha sofrido um infarto, mas o fato só será confirmado depois do resultado do laudo pericial. 

Além disso, o corpo da vítima estava inchado aparentando estado de gigantismo, quando o corpo só é localizado dois dias após o falecimento. 

O corpo foi removido pelo DPT (Departamento de Polícia Técnica) e deverá ser encaminhado ao IML (instituto Médico Legal). O caso está sob investigação da Polícia Civil.
fonte: R7