quinta-feira, 17 de maio de 2018

Picada' no dedo poderá determinar sexo do bebê, diz estudo



Imagem ilustrativa mostra como o sexo do bebê poderá ser determinado; exame com pequena quantidade de sangue encontra cromossomo Y (Foto: Peejhunt/Pixabay)

Uma pesquisa brasileira publicada no "Prenatal Diagnostics" mostra que um teste simples com sangue de vasos capilares – semelhante ao feito para monitorar a diabetes – pode identificar o sexo do bebê no primeiro trimestre de gravidez. Hoje, exames de sangue mais complexos podem ser feitos nesse período para identificação do sexo do feto. Geralmente, contudo, famílias só vão saber se o bebê é menino ou menina após os primeiros três meses, quando a observação pelo ultrassom é possível. O teste é feito por meio de uma pequena quantidade de sangue de vasos capilares coletada pelo dedo e identifica a presença do cromossomo Y (masculino); por exclusão, é possível saber se é menina pela ausência do cromossomo. Os testes com o exame foram feitos pelo pesquisador Gustavo Barcelos Barra, do laboratório Sabin em Brasília, que financiou a pesquisa. No total, 101 voluntárias participaram do estudo. O período médio de gestação foi de 8 a 20 semanas.

Resumo do estudo

O cromossomo Y (meninos) pode ser identificado a partir do sangue coletado de vasos capilares (a picada no dedo). Meninas (XX) podem ser determinadas por exclusão; quando o Y não é encontrado. Antes do exame, as participantes foram divididas em três grupos para determinar qual método de assepsia para o dedo seria o mais indicado para o teste: 27 usaram álcool, 39 aplicaram hipoclorito de sódio duas vezes e 35 borrifaram o composto apenas uma vez. Depois, foi retirada uma pequena quantidade de sangue do dedo de cada uma das participantes. Por fim, as células foram centrifugadas para a extração do DNA.


Teste pode ser mais confortável

Os resultados do teste foram comparados com outros dois métodos: a retirada de sangue venoso (por meio de veias) e a observação após o nascimento. Conclusão: o exame com picada no dedo foi capaz de acertar o sexo do bebê em 100% das vezes no grupo que usou hipoclorito de sódio. Já no grupo que usou álcool como assepsia para o dedo, foram identificados 5 falsos-positivos (identificaram que era menino, quando na verdade era menina). A partir dos resultados assim, pesquisadores estabeleceram que é possível encontrar o cromossomo Y no sangue capilar (com a picada do dedo, por exemplo). Como os resultados demonstraram, o melhor método para assepsia seria o hipoclorito de sódio. O estudo não aponta para quando o teste estaria disponível. Segundo autores, o exame seria menos invasivo e mais confortável para a mãe e requer menores quantidades de sangue. (G1 - Bem Estar)

Dólar ultrapassa barreira dos R$ 3,70







Após abrir o dia em queda, o dólar voltou a subir e atingiu R$ 3,7046 na venda, por volta das 16h, mesmo depois de o Banco Central ter decidido manter a taxa básica de juros em 6,5% ao ano. Na máxima do dia, a moeda americana bateu R$ 3,7131. Nesta quarta (16), o dólar subiu 0,47%, vendido a R$ 3,679, no quarto dia consecutivo de valorização e no maior patamar desde abril de 2016. Na máxima do dia, a moeda chegou a R$ 3,6955. (bahia.ba)

Thammy Miranda fala sobre cirurgia de implante peniano



Thammy Miranda voltou a falar abertamente sobre o seu desejo na cirurgia de implante peninano. Convidado do ‘Superpop’ de quarta-feira (16), o filho de Gretchen comentou sobre o procedimento, que já tinha vindo à tona no reality show ‘Os Gretchens’. “Eu me expus pois estava em um reality e é muito válido para as pessoas saberem que existe a cirurgia. É essência ser homem, não é só o físico, é de dentro para fora. Você não mexe no que tem, acrescenta”, contou. Questionado sobre por que considerar ter um pênis aos 35 anos, o ator afirma que com o passar do tempo as ideias evoluem. “As coisas mudam. Eu disse que não tiraria o peito, que não queria ser lésbica com 16 anos… Você vai evoluindo, se conhecendo, é a sua realidade. Sei lá, estou aí para mudar o tempo todo”, declarou. Prestes a ser papai, Thammy disse ainda que a esposa, Andressa Ferreira, é sua aliada nessa batalha. “Ela me apoia em tudo, a gente é muito parceiro […] . Se eu fiz, não fiz ou deixei de fazer [o implante], a Andressa e as pessoas que fazem parte da minha vida que têm que saber”. (BB)

terça-feira, 17 de abril de 2018

Ubatã: Após apelo de mãe, bebê com problema no coração é operado Cidades



O pequeno Leonardo Davi nasceu em Ubatã e precisa de cirurgia no coração 

O bebê de três meses Leonardo Davi, da cidade de Ubatã, sul da Bahia, que nasceu com o problema no coração, foi operado depois de um apelo feito pela mãe. O procedimento foi feito na segunda-feira (16), no Hospital Ana Nery, em Salvador, para onde a criança foi transferida. Em contato com o G1 nesta terça-feira (16), a mãe, Sandra Jovem Almeida de Jesus, disse que a cirurgia foi bem sucedida e a criança passa bem. O bebê está internado, em recuperação, e ainda não há previsão de alta. 


Apelo

O apelo de Sandra foi para que Davi fosse transferido do Hospital Geral de Ipiaú (HGI), onde estava internado há mais de um mês, a fim de fazer o procedimento cirúrgico.
"A situação dele é grave. Estou aqui [no HGI] com ele há mais de um mês e nada foi resolvido. Ninguém me dá nenhuma posição e eu estou desesperada", disse a mãe, à época.
Ela estava preocupada porque um médico tinha alertado para que ele fosse operado antes da segunda-feira, quando completou três meses de vida.



Bebê respira com ajuda de aparelhos (Foto: Arquivo pessoal)

STF não permite transmissão ao vivo de julgamento de Aécio Neves


O Superior Tribunal Federal (STF), diferentemente de outras sessões do plenário, não permitiu a transmissão ao vivo do julgamento que tornou o senador Aécio Neves (PSDB) réu nesta terça-feira (17). Tradicionalmente, as sessões das turmas do STF não são transmitidas pela TV Justiça. O presidente da 1ª Turma, ministro Alexandre de Moraes, não aceitou o pedido de emissoras de TV e de sites para que a sessão pudesse ser transmitida. Cinco ministros da 1ª Turma julgaram, nesta tarde, a denúncia de corrupção passiva e obstrução de justiça do senador tucano. De acordo com o UOL, a assessoria de imprensa do STF afirmou que cabe ao presidente da Turma a decisão sobre a transmissão. No entanto, foi permitida a filmagem, e trechos em vídeo do julgamento. (BN)

quarta-feira, 28 de março de 2018

Papa lavará pés de detentos muçulmanos na Quinta Santa Mundo



O papa Francisco lavará os pés de detentos de sete nacionalidades e quatro religiões nesta quinta-feira (29), em Roma, em uma das principais celebrações da Semana Santa. Na tradicional missa de Lava-Pés, ou "In coena Domini", o líder católico visitará a penitenciária Regina Coeli, o mais conhecido presídio da capital da Itália, e se ajoelhará perante 12 presos, todos homens. A lista inclui quatro italianos, dois filipinos, dois marroquinos, um moldavo, um colombiano, um nigeriano e um leonês. Oito deles são católicos; dois, muçulmanos; um, ortodoxo; e um, budista. As informações são da Sala de Imprensa da Santa Sé. Já a missa deve reunir 600 pessoas, entre detentos e agentes carcerários. Essa será a quarta vez desde o início de seu pontificado que Francisco celebra a missa de Lava-Pés em uma prisão. Além disso, ele já visitou, na Quinta-Feira Santa, um local que atende pessoas com deficiência e um centro de acolhimento a solicitantes de refúgio. Com informações da ANSA.

Presidenciáveis da esquerda se unem em resposta ao ataque contra caravana de Lula Brasil

Presidenciáveis da esquerda se unem em resposta ao ataque contra caravana de Lula
Os candidatos da esquerda à Presidência da República deverão propor uma unidade em resposta ao ataque a tiros contra a caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta terça-feira (27). Integrantes do PT, PSOL, PCdoB e PDT criticam o que chamam de "manifestações fascistas", numa escalada de violência na política. À coluna Painel, da Folha de S.Paulo, o pré-candidato Guilherme Boulos disse que as diferentes perspectivas da esquerda não podem impedir a defesa da democracia. "O que está em questão é que, neste momento, estão prevalecendo atitudes de ódio e intolerância. Com fascismo não se brinca", disse.  (BN)

sexta-feira, 23 de março de 2018

Justiça determina que Embasa cobre de consumidores apenas valor da quantidade de água consumida


A Justiça determinou, por meio de liminar, que a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) cobre nas contas de água apenas pelo valor consumido e, no caso daqueles que pagam a tarifa mínima, que a cobrança seja feita pelos dias em que a água foi fornecida. A decisão atendeu a um pedido do Ministério Publico da Bahia (MP-BA). Segundo o órgão, foi constatada ocorrência de descontinuidade do serviço essencial à população em Salvador, região metropolitana e alguns locais do interior, sem que os consumidores fossem notificados com antecedência. “Além disso, constatamos que a cobrança integral do valor da água ocorria mesmo quando não havia prestação do serviço e a pressão da água não estava dentro dos valores estabelecidos pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia”, afirmou a promotora de Justiça Ana Paula Limoeiro, autora da ação civil pública contra a Embasa.Na decisão, a juíza Ana Cláudia Silva Mesquita determinou ainda que, em caso de falta de água por período superior a 24h, a Embasa promova o abastecimento através de carros-pipa para as localidades atingidas e informe, através de rádio, televisão e jornal, aos consumidores sobre a data em que se dará a suspensão ou interrupção do fornecimento da água, indicando ainda quanto tempo será necessário para o reparo técnico. Por meio de nota, a Embasa informou que, nesses casos, age conforme a regulamentação da prestação do serviço de abastecimento de água no Estado da Bahia, constante na Resolução 002/2017 da Agersa. A empresa disse, ainda, que vai recorrer aos expedientes judiciais cabíveis para questionar determinações da liminar que, nos casos de intermitências no abastecimento, extrapolam as obrigações já regulamentadas por legislação específica.

segunda-feira, 19 de março de 2018

Versão beta do WhatsApp permite ícone personalizável Tecnologia

Versão beta do WhatsApp permite ícone personalizável
Foto:  iStock
Usuários da versão beta 2.18.74 do WhatsApp poderão escolher ícones personalizáveis para o mensageiro. Assim, o aplicativo está seguindo o padrão adaptativo do sistema Android Oreo. A personalização pode ser feita por meio de uma launcher - ou seja, softwares instalados junto ao Oreo, que podem modificar padrões de cores e formatos de app instalados no sistema. O site 'TecMundo' reforça que as cores do logotipo do WhatsApp continuam as mesmas: verde e branco. Agora, o que pode mudar é o contorno do símbolo. Usuários poderão escolher entre cinco opções. Entra elas, um ícone redondo e outro quadrado. (Noticais ao Minuto)

Outono começa nesta terça-feira; veja a previsão para todas as regiões do Brasil



Outono deverá ter uma redução gradativa do La Niña (Foto: CadreLuxe/Pixabay)

O outono começa nesta terça-feira (20), às 13h15, e só abre espaço para o inverno no dia 21 de junho. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a estação será marcada pela redução gradativa dos efeitos do La Niña, influenciando as chuvas no Brasil. O instituto informou que o outono geralmente é marcado por uma redução nas chuvas no Sudeste, Centro-Oeste e no sul do Norte. Há também a chegada de massas de ar frio, que são originadas no sul do continente e trazem uma prévia do inverno - a temperatura começa a cair, principalmente no centro-sul. No Norte e no Nordeste, a chuva ainda deve prevalecer. Vale lembrar que com o La Niña, as temperaturas deste verão se mantiveram abaixo da média – tivemos até geada nas serras do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Isso ocorreu porque as águas do Oceano Pacífico Equatorial estavam mais frias. Segundo o Inmet, isso já começou a mudar desde fevereiro e o fenômeno deve ser cada vez menos sentido neste outono.


Norte

Foi um verão com muita chuva, principalmente em algumas regiões do Amazonas, Pará e Tocantins. Isso aconteceu devido a algumas áreas de instabilidade que se formaram, mas isso deve migrar para a parte noroeste do país. Os meses de abril, maio e junho devem permanecer, então, com uma quantidade de chuva dentro dos padrões para a época, podendo chover um pouco acima da média em algumas regiões, ainda sob a influência do verão.


Nordeste

Depois de seis anos de seca, as chuvas voltaram para o semiárido neste verão e estão melhorando as condições do solo da região. O Inmet prevê que o outono, no entanto, vá apresentar chuvas abaixo da média na maior parte do Nordeste. Há uma queda das temperaturas das águas próximas à costa nordestina que também pode diminuir as chances para um clima mais chuvoso.




Centro-oeste

Choveu acima da média neste verão, principalmente no Mato Grosso e parte do Mato Grosso do Sul. O Pantanal, inclusive, passa por uma grande cheia. No Distrito Federal, os reservatórios estão recuperando o volume em meio a uma crise hídrica.
Isso não deve continuar nesta próxima estação, segundo o Inmet. A previsão é de que o outono tenha chuvas na média ou abaixo da média prevista para a época. No mês de maio inicia o período de maior seca na região.


Sudeste

Choveu em boa parte da região durante verão, com exceção da parte central de São Paulo. De acordo com o Inmet, a capital paulista registrou o verão mais seco desde 1961.
É normal, no entanto, que as chuvas na região diminuam enquanto se aproxima o outono. A estação deverá manter a média prevista de chuvas, com uma queda gradativa nas temperaturas que pode ser sentida com mais força em Minas Gerais e São Paulo.


Sul

Parte da região sentiu muito a influência do La Niña no verão, com bastante irregularidade e baixa precipitação – principalmente no Rio Grande do Sul, que teve volumes inferiores a 400 mm. O contrário foi observado no Paraná e em Santa Catarina, que apresentaram chuvas acima da média.
O começo do outono deve ter uma diminuição nas chuvas, com índices próximos aos esperados para os três estados, com exceção do norte do Paraná. Quanto mais perto do inverno, maior será a queda nas temperaturas. Poderão ocorrer geadas nas áreas serranas. (G1)

quarta-feira, 14 de março de 2018

UNA: PREFEITURA INAUGURA ESCOLA EM LENÇÓIS E UNIDADE DE SAÚDE EM COLÔNIA




A Prefeitura de Una, por meio das Secretarias Municipais da Educação e da Saúde, vai inaugurar esta semana uma escola no distrito de Lençóis e uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no distrito de Colônia. Nesta quinta-feira (15), às 9h, a gestão municipal vai inaugurar a Escola Municipal Chico Mendes, no distrito de Lençóis (Loteamento Praia dos Lençóis).
A unidade escolar vai atender a estudantes da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I. A solenidade de inauguração contará com a presença do prefeito Tiago de Dejair, da secretária da Educação Soelma Santos, demais secretários municipais, além de outras autoridades do município e comunidade local.
Já na sexta-feira (16), à 9h, a Prefeitura de Una vai inaugurar a nova Unidade de Saúde Básica do distrito de Colônia. A solenidade de inauguração também contará com a presença do prefeito Tiago de Dejair, da secretária da Saúde, Gleiciane Birschner, demais secretários municipais, além de outras autoridades do município e comunidade local.
A unidade tem 302 m² e é composta por consultórios, sala de procedimento, sala de vacina, sala de nebulização, sala de esterilização de material, farmácia, consultório odontológico recepção, sanitários, almoxarifado, copa, sala de gerência, sala para ações educativas e reuniões de equipe, quarto para motorista de ambulância, área externa, estacionamento e área verde. A população será atendida por uma equipe de saúde da família.

ILHÉUS: MUNICÍPIO APARECE ENTRE AS SETE CIDADES QUE PRODUZEM OS MELHORES CHOCOLATES DO MUNDO


Um mais importantes jornais do sul do País, o Gazeta do Povo, de Curitiba, publicou ontem (13) reportagem especial, em seu caderno de turismo “Viver Bem”, que aponta Ilhéus entre as sete cidades produzem alguns dos melhores chocolates do mundo e são inspirações para o destino de férias de quem ama a iguaria.
Reportagem assinada pelo jornalista Guilherme Grandi, assegura que “o chocolate começa com o cacau, e Ilhéus é considerada a capital brasileira do fruto. É um destino certo para quem quer conhecer todo o processo produtivo do chocolate, desde a plantação do cacau até a hora de degustá-lo”.
O jornalista destaca que é da cidade baiana que sai boa parte da produção nacional do fruto, embora o período de bonança tenha ficado para trás na década de 1990, quando um fungo dizimou as plantações.
“No entanto, muitas fazendas conseguiram se reerguer e hoje abrem as portas para quem quer aprender mais sobre o chocolate”, afirma, destacando produções como as da Fazenda Riachuelo, uma das maiores e a Provisão, que data do século 19.
O chão do cacau – As duas fazendas citadas na matéria integram o novo circuito gastronômico e cultural da Estrada do Cacau e do Chocolate, em formatação numa parceria do Governo do Estado e Prefeitura de Ilhéus. O jornalista também destaca a Fazenda Yrerê, na rodovia Ilhéus-Itabuna, que promove durante todo o ano o turismo rural e tem mais de uma centena de anos.
“Quem vai à Ilhéus pode aproveitar também para fazer uma hidratação facial com chocolate ou participar da Circuito Cacau Running, uma corrida que traz a cultura da região cacaueira para as ruas do município. É também possível visitar o povoado de Rio Braço, uma pequena cidade que floresceu ao redor da estação de trem de mesmo nome, mas que foi perdendo valor ao longo do século passado. Só restaram ruínas de um período próspero, e parte da cenografia usada para a filmagem da novela ‘Renascer’, nos anos 1990”, reporta Guilherme.
Como chegar – A matéria também destaca como chegar a Ilhéus. “Está a 2.107 quilômetros de distância de Curitiba, mais de 28 horas de viagem de carro. No entanto, há voos para lá pelas companhias Avianca, Azul, Gol e Latam com uma ou duas escalas, e passagens a partir de R$ 964 (dependendo da época)”.
Os locais que são destaque no mundo – Além de Ilhéus, a reportagem destaca o Circuito Gramado e Canela (RS), e as cidades de Campos do Jordão (SP), Colônia (Alemanha), Zurique (Suiça), São Francisco e Hershey (ambos nos Estados Unidos). Para acessar a matéria, basta clicar no linkhttp://www.gazetadopovo.com.br/viver-bem/turismo/conheca-alguns-dos-principais-destinos-do-mundo-para-os-amantes-de-chocolates/

terça-feira, 13 de março de 2018

Gaúcha vence na Justiça batalha para recuperar bens doados à Igreja Universal: 'Lavagem cerebral'


Foto: Jonas Samuel Betti/BBC Brasil

Mas o que ela esperava que representasse uma saída para sua crise pessoal acabou se tornando um pesadelo, conta hoje. Carla diz que foi coagida pela congregação religiosa a doar a ela tudo o que tinha e acabou ficando sem dinheiro, sem carro e mal falada na pequena cidade onde mora, Lajeado, no interior do Rio Grande do Sul. Ela afirma que mudou de ideia logo em seguida, mas que a igreja se recusou a devolver sua doação. Foi quando decidiu entrar, ao lado do marido, com uma ação judicial contra a Universal pedindo de volta os valores dos bens e uma indenização por danos morais. Em 2012, o grupo religioso foi condenado a pagar uma indenização de R$ 20 mil e devolver o valor de parte dos bens que a gaúcha diz ter doado. A igreja recorreu, e o caso foi parar no Superior Tribunal de Justiça (STJ), corte na qual o recurso da igreja foi negado em uma decisão na semana passada. Ainda cabem novos recursos. Procurada pela BBC Brasil para comentar o caso, a Igreja Universal do Reino de Deus não respondeu às perguntas feitas pela reportagem. Enviou uma nota dizendo que "o dízimo e todas as doações recebidas pela Universal seguem orientações bíblicas e legais, e são sempre totalmente voluntários e espontâneos".

'Fogueira Santa'
Carla conta que resolveu começar a frequentar os cultos após ver pastores falando na TV. "Eram mensagens positivas, de esperança, prosperidade. Tinha muitos depoimentos de gente que falava que tinha saído de crise, gente que dizia que devia à igreja tudo o que tinha", diz. A gaúcha também conhecia pessoas que frequentavam a igreja - e falavam sempre bem. Seu marido não a acompanhava, mas também não se opunha à atividade religiosa da mulher. Ela diz que as doações que fez à Igreja começaram com o dízimo. O problema, afirma, é que não pararam por aí. "Eles diziam que você tinha que dar 10% de tudo o que você ganhava, e que tudo o que você desse, ia receber de volta", conta. "O problema é que tinha um evento especial, a Fogueira Santa, onde as pessoas iam e doavam casa, carro. E eu não sei o que me deu... Eu estava desesperada." Carla afirma que havia um evento em que os fiéis faziam promessas de doações, no qual ela disse que entregaria suas posses à igreja. "Depois disso eu fiquei na dúvida, pensei em desistir. Mas eles sempre falavam que tinha uma maldição para quem prometeu e não doou, que a pessoa ia ser amaldiçoada", diz. "E eu fiquei pensando na maldição, com medo da maldição." Carla então vendeu o carro por um valor bem abaixo do valor de mercado - já que o comprador teria que pagar o resto das prestações - e doou o dinheiro à igreja. E deu também, segundo ela, um colchão, um computador, dois aparelhos de ar condicionado que vendia em sua loja, joias,um fax, uma impressora e alguns móveis de cozinha que sua mãe havia acabado de comprar. Tudo isso escondido da família.

Nuvem negra
"Aí, quando cheguei em casa, que meu marido descobriu, aí que me deu um chacoalhão, que eu acordei. Não sei o que tinha aconteceu, eu estava mesmo... Era como se eu tivesse sofrido uma lavagem cerebral. Como se tivesse uma nuvem preta sobre minha cabeça, e quando meu marido conversou comigo ela foi embora. Me senti muito mal", afirma. No mesmo dia, ela, a mãe e o marido foram ao templo tentar recuperar os bens doados. Conseguiram levar de volta o colchão, o fogão e os outros itens de cozinha - mas apenas porque a mãe de Carla ainda tinha nota fiscal de tudo, de acordo com seu relato. A gaúcha diz que nenhum dos outros itens foi devolvido. "A gente implorou, insistiu muito, mas eles disseram que não iam devolver." Ela então registrou um boletim de ocorrência e procurou um advogado. "Já fui procurado por pessoas com casos parecidos, mas nem todo muito tem coragem de seguir com o processo - é demorado e desgastante. Ela foi muito corajosa", afirma Marco Alfredo Mejia, advogado de Carla no caso. "Eu jamais teria entrado na Justiça se eles tivessem me devolvido na hora", argumenta ela. No processo, a Igreja Universal se defende dizendo que não há comprovação da doação de itens como as joias e o dinheiro do carro - o que o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul acatou. A entrega dos celulares, da impressora e dos aparelhos de ar condicionado, no entanto, foi comprovada, e o tribunal entendeu que se tratava de "coação moral irresistível" e "abuso de direito", por isso estipulou a indenização. A decisão foi confirmada pelo STJ na semana passada, mas a igreja ainda pode recorrer. A gaúcha afirma que, além do grande prejuízo financeiro, todos na cidade ficaram sabendo do caso, o que a prejudicou muito. Ela acabou fechando a loja que tinha. Ficou sem carro, sem dinheiro, sem negócio - ou seja, em uma situação pior do que a que estava antes. "Por sorte uma pessoa de bom coração em deu um emprego de vendedora e, aos poucos, eu fui reconstruindo. Antes teria dado também, mas eu estava desesperada e fui enganada. Quem abriu meus olhos foi o meu marido, ele me disse que Deus não ia colocar maldição em ninguém, que Deus não faz isso. E ele tem razão", diz Carla. Ela hoje diz acreditar em Deus - mas não ter mais nenhuma religião. (BBC Brasil)